"Nosso objetivo é restabelecer o bom funcionamento psíquico do paciente"

Psicóloga fala sobre a ampla gama de serviços oferecidos pela Pscicoclínica, espaço com 15 profissionais de psicologia localizado na Barra da Tijuca

Psicóloga com vasta experiência em transtornos psiquiátricos, transtorno por uso de álcool e drogas, ansiedade e depressão e transtorno de humor, Evelyn Burigo Aymone (foto) é a CEO da PSICOCLÍNICA – um espaço com seis consultórios de psicologia, localizado no shopping Città America.


Formada pela Ulbra-RS, pós-graduada em Psicologia clínica e em Psicologia infantil, Evelyn conta em sua clínica atualmente com 15 profissionais que têm como objetivo um atendimento de excelência em diversas áreas da psicologia.


A psicóloga atua há mais de 12 anos em consultório particular e realiza atendimento individual, com grupos terapêuticos e em instituições públicas e privadas.


Nessa entrevista, Evelyn fala um pouco sobre a ampla gama de serviços oferecidos na Pscicoclínica, que vai desde a psicoterapia com crianças, adolescentes, adultos e idosos; passando pela psicoterapia de casais, Junguiana, psicoterapia breve, psicoterapia focada na orientação vocacional, psicanálise, teoria cognitivo comportamental, psicodiagnóstico e psicologia educacional.


De uma maneira geral, como funciona a psicoterapia com crianças, adolescentes, adultos e idosos?

“É uma terapia realizada por um profissional formado em psicologia, com a finalidade de tratar os problemas psicológicos; sejam eles emocionais, comportamentais ou cognitivos. Nosso objetivo é restabelecer o bom funcionamento psíquico do paciente, permitindo que ele compreenda as causas do que lhe acomete. Ajudando-o a encontrar estratégias para lidar com suas dificuldades, problemas e inibições, e a lidar de um modo integrado e adaptativo com as situações do seu passado, presente e de seu futuro”.


Como é o atendimento no caso da psicoterapia de casais? “A terapia de casal é uma psicoterapia em que os dois participam, indicada para casais que estão com dificuldades em seu relacionamento, que envolvam a comunicação ou relativas ao modo como buscam resolver os seus conflitos, e que pretendem continuar a investir na relação. É fundamental que ambos reconheçam a necessidade de efetuar mudanças e que estejam abertos e disponíveis para o trabalho”. A psicoterapia breve seria uma forma de tratamento mais ativa, com ênfase em um foco específico? “Sim, ela se destina a pacientes que não querem se comprometer com um processo psicoterápico mais prolongado, que estejam precisando de apoio, buscando uma resposta mais rápida. Nela o psicoterapeuta se expressa mais e realiza mais intervenções que nas outras. O paciente é impulsionado para a ação, de forma mais ativa e participante, sem se aprofundar muito nas causas ou no histórico de seu quadro clínico”. Fale-nos um pouco a respeito da psicoterapia focada na orientação vocacional... “Ela é destinada a pacientes com dificuldades na escolha, ou com intenções de mudanças em sua área de atuação profissional. A decisão é uma escolha pessoal. Então, buscamos auxiliar no autoconhecimento e na percepção de competências e desejos, para que seja realizada uma escolha coerente, madura e lúcida”. A teoria cognitivo comportamental teria o objetivo de mudança de crenças? Como é feito esse trabalho? “É uma forma de terapia breve, focada no sintoma. Envolve um conjunto de técnicas e estratégias terapêuticas com objetivo de mudar crenças, esquemas, padrões desfuncionais de pensamentos, que se tornaram rígidos e supergeneralizados. Trabalha-se a identificação dos problemas, e assim a criação e utilização de estratégias para lidar com estas questões e sofrimentos, buscando uma reestruturação cognitiva, uma reformulação do sistema de crenças e esquemas do paciente”. Sobre o Psicodiagnóstico, sabemos que é um procedimento científico realizado através de entrevistas e aplicação de testes psicológicos. Qual o seu objetivo? “A aplicação destes testes psicológicos é de uso exclusivo dos psicólogos aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia. O objetivo é realizar um levantamento de informações e uma avaliação completa dos aspectos cognitivos e afetivo-emocionais do paciente, com o propósito de tomada de decisão, podendo ser avaliadas características como inteligência, personalidade, interesse, dentre outras”. A psicologia educacional é uma ponte entre a psicologia e a educação? “Sim. O objeto são os processos de mudança no desenvolvimento, na aprendizagem e na socialização, no sentido de adquirir uma maior compreensão e eficiência no processo ensino-aprendizagem. Os psicólogos educacionais desenvolvem seu trabalho em conjunto com os educadores, de forma a tornar o processo de aprendizagem mais efetivo e significativo, principalmente no que diz respeito à motivação e às dificuldades de aprendizagem. Focam a ação não apenas nas necessidades da criança na escola, mas no desenvolvimento das capacidades e necessidades das crianças com dificuldades, tanto de aprendizagem, distúrbios do déficit de atenção e hiperatividade, problemas emocionais ou comportamentais. Como é o atendimento home care? “É um atendimento domiciliar, destinado a pessoas impossibilitadas ou com limitações para se locomover até o consultório e para acompanhamento terapêutico. É realizado por uma equipe multidisciplinar qualificada de profissionais da área da saúde”.

Terapia é coisa para maluco? Clique para ler o artigo do psicólogo da Psicoclínica, José Felipe Dantas Ferreira

O Pscicoclínica fica no Cittá Office Mall

Av. das Américas, 700, bloco 3 , sala 116.

Telefone para agendamento

Whatsapp: (21) 97113-5102.

Fixo: (21) 3030-2838.