top of page

O cara do drone

Aparelho é quase a extensão dos braços de Bruno Cardoso, o fotógrafo-empresário que trabalha com vídeos e fotos aéreas

Bruno Cardoso já teve tudo quanto é tipo de aeromodeos de helicópteros. Todos movidos por controle remoto. Voou alto com muitos, quebrou alguns e se divertiu com todos. Participava também de competições de automode- lismos. Se a coisa era movida por controle remoto Bruno estava dentro. Era a sua paixão! Quando comprou o seu primeiro drone, em 2013, já tinha a manha da pilotagem e guiava com facilidade com o seu Phanton 01, equipado com uma GoPro.


A brincadeira começou a ficar séria quando Bruno fez o curso de piloto profissional de drone pela escola T4 Drones.


“Para voar de forma profissional, é preciso conhecer as leis, ter permissão de voo da ANAC e, em alguns casos, até seguro para terceiros”, diz o fotógrafo-empresário, que trabalha hoje com imagens aéreas de drone, fotos 360° e tour virtual.


“Para mostrar a localização de um estabelecimento comercial não tem coisa melhor do que um vídeo feito com drone”, diz o editor da Folha do Bosque, Luiz Neto, que logo virou parceiro da Global Shot.


“Fiquei impressionado com a habilidade do Bruno em um vídeo que fomos fazer para um cliente da Folha. Ele queria, justamente, mostrar a sua localização. Era ao lado da Praça do Ó e, em menos de 1 minuto, Bruno mostrou a praça, a praia e a Avenida Lúcio Costa. Era tudo o que o cliente queria”, conta Neto.


Bruno possui hoje um dos drones mais modernos do mercado, o DJI Mini 4 Pro. O aparelho tem sensor de presença e chega a desviar sozinho de obstáculos. Bruno também realiza tour virtual em obras, hospitais, escolas, shoppings, concessionárias, indústrias, embarcações e trabalha no setor comercial de uma empresa de turismo.


Foto 360

O trabalho com fotos 360° é outro ponto forte da Global Shot. Se você já navegou pelo Google Street View, todas as fotografias de ruas e locais que você viu são imagens 360°.


Podemos imaginar uma imagem 360° como uma esfera, onde o ponto de observação do ambiente está exatamente no centro dessa esfera, ou seja, é uma imercividade completa.


“A visualização é feita de dentro para fora. É como estar dentro do ambiente e olhar ao seu redor, em 360°”, explica o fotógrafo.


“Essa imagem dá uma perspectiva muito mais realista de um espaço, pois um panorama em 360° abrange todos os ângulos e direções”, completa Bruno, lembrando que esse é um tipo de trabalho ideal para quem quer vender um imóvel, carro, ou mesmo mostrar detalhadamente um

estabelecimento comercial, pricipal- mente, no Google Maps.


“A diferença é que num vídeo ou foto, quem está registrando as imagens só mostra o que quer ou o ângulo que bem entender. Na foto, ou no vídeo em 360°, é o expectador que escolhe cada ângulo que deseja ver”, finaliza.


Contatos Globalshot

Bruno (WhatsApp): 98300-8100.


Instagram: @globalshot.oficial

Comments


bottom of page