top of page

Musical infantil aborda o bullying no ambiente escolar

Com estreia marcada para sábado (13), "Meu amigo extraterrestre", tem proposta imersiva, no Barra Point

Com a proposta de um teatro imersivo, em que as crianças da plateia participam do espetáculo através de dinâmicas interativas e brincadeiras, o musical infantil "Meu Amigo Extraterrestre" estreia sábado (13) e fica em cartaz até o dia 04 de fevereiro, sempre aos sábados e domingos, às 16h, no Teatro Del’Art, no Shopping Barra Point. A história gira em torno de Zion, um menino extraterrestre que se muda com sua família para o Planeta Terra. Ele então é matriculado numa escola de crianças humanas. Mas Zion é diferente. Tem um jeito próprio de se comunicar e andar. Difere em cor, em forma física, e logo começa a viver experiências de deboche e implicância por parte dos seus amiguinhos de turma.


“É uma peça que, de forma lúdica, se propõe a abordar com bastante franqueza o tema do bullying no ambiente escolar, um local que tem tanta importância na nossa formação como ser humano, e que, às vezes, pode ser extremamente tóxico às emoções de uma criança”, explica a criadora e diretora do espetáculo, Betina Peppe Diniz.


Ela conta que viveu experiências intensas de bullying na infância. “É incrível que, com tantas ressignificações e revisões que o mundo atual tem se proposto a fazer, essas experiências ainda sejam tão presentes. Agora com requintes perigosos, como a exposição à Internet e aos recursos da inteligência artificial. Acredito que é papel também da arte discutir o componente humano na edução. A gente passa a infância e a adolescência ouvindo a pergunta 'o que você quer ser quando crescer?' A resposta é sempre o nome de uma profissão. E se fosse: 'em primeiro lugar, um ser humano com noções de cidadania básica, o que inclui saber respeitar a si mesmo e ao próximo?’”, comenta ela. 


O universo MAET 


Meu Amigo Extraterrestre foi construído em cima de um universo imaginário de pluralidade de mundos, em que criaturas mais evoluídas vêm à Terra ajudar os terráqueos a amar e respeitar as diferenças. Zion é uma criança que nasceu num planeta chamado Topázio. E ao chegar à escolhida Plural, localizada no Rio de Janeiro, ele incentiva seus coleguinhas a encontrarem seus talentos, valores, a gostar de si pelo que eles são, sem comparações.


“Tudo de uma maneira muito leve, colorida, engraçada, com música, dança e brincadeiras”, explica Betina Peppe Diniz 


Teatro imersivo 

 

Meu Amigo Extraterrestre se propõe a colocar o público dentro da história. O cenário é uma sala de aula e as carteiras escolares são a plateia, onde, inclusive, os atores que integram o elenco se sentam. As crianças que entram com o público têm seus nomes colocados na chamada feita pela professora Judite no início da peça e recebem um saquinho de objetos que serão usados ao longo do espetáculo. 


“É interativo e imersivo. A gente quer que cada criança sinta que faz parte da história e divida essa responsabilidade de ‘salvar o planeta Terra’’, finaliza a diretora e autora.  



Sinopse 


Zion é um menino extraterrestre que se muda com sua família para o planeta Terra e é matriculado numa escola de crianças humanas. Mas Zion é diferente. Tem outra cor. Outra forma. Tem seu próprio jeito de andar e falar. E logo começa a sofrer brincadeiras debochadas de seus amiguinhos. 


Mas a Terra está correndo perigo, e Zion possui um segredo que pode mudar nosso destino e ensinar seus coleguinhas a amarem e respeitarem as diferenças. Para isso, ele conta com sua turma, com a professora Judite, com o Sol, a Lua e com todas as crianças da plateia, que vão ajudar a salvar o planeta!


Peça "Meu Amigo Extraterrestre" no Barra Point

Temporada: de 13 de janeiro a 04 de fevereiro, sábados e domingos.

Horário: às 16h.

Local: Teatro Del’ Art, no Shopping Barra Point. 

Endereço: Avenida Armando Lombardi 350, 3º andar, Barra da Tijuca(na saída Lagoa da estação de metrô Jardim Oceânico).

Vendas: pelo Sympla ou diretamente na bilheteria do teatro. 

Classificação: Livre 


Elenco

Alê Sohtnas, Ana Rita, Anielly Suares, Betina Peppe Diniz, Danielo Calixto, Gabriel Coutinho, Priscila Koppe, Thaís Molisani, Vera Rodrigues. 


Texto, direção e músicas

Betina Peppe Diniz


Produção musical 

Ricardo Gnecco Falco


Comments


bottom of page