top of page

Alunas de projeto social abrem estande de vendas no Metropolitano

Parte dos produtos foram produzidos com a aplicação da metodologia upcycling, que reaproveita materiais que seriam descartados para a criação de novas peças

As alunas do projeto social Beirart terão a oportunidade de vender artesanatos de confecção própria em novo estande que será aberto no Shopping Metropolitano. O ponto de venda contará com diferentes produtos de decoração disponíveis para compra e funcionará nos dias 7 a 10 e 12 a 17 de dezembro. Promovido pela Agência do Bem, com patrocínio do Instituto SYN e do Shopping Metropolitano, o Beirart identifica e potencializa o trabalho de mulheres da Cidade de Deus por meio de aulas de artesanato e empreendedorismo.

 

“O Beirart, que já está em sua oitava edição, é um programa que tem como objetivo preparar as alunas para serem empreendedoras, passando pela produção das peças até a fase das vendas. Nos ciclos de aprendizagem, além das técnicas artesanais, as mulheres estudam métodos como montagem de plano de negócios, gestão da comunicação e utilização de ferramentas digitais para divulgação e vendas de produtos. Elas vivenciam essas técnicas na prática em feiras e exposições, mas, principalmente, no estande que estará no Shopping Metropolitano nas próximas semanas”, explica a diretora-executiva da Agência do Bem, Cláudia França.

 

Parte dos produtos que estarão expostos no estande foram produzidos com a aplicação da metodologia upcycling, que reaproveita materiais que seriam descartados para a criação de novas peças.

 

Com a duração de 14 meses, o curso é dividido em três turmas, sendo duas de nível básico e uma de avançado. As oficinas são ministradas por especialistas em artesanato sustentável e empreendedorismo. Mais de 300 mulheres já foram beneficiadas pelo Beirart, que contribui para a geração de renda das alunas. Segundo pesquisa feita pela Agência do Bem, estima-se que de seis a dez mulheres que participaram do projeto, após a conclusão do curso, tiveram um incremento de 25% na renda familiar. O principal ganho, entretanto, é o de ordem emocional, uma vez que declaram melhoria na autoestima, percepção de futuro e autonomia.

 

"Lá em casa, quem pagava tudo era o meu marido. Antigamente eu não conseguia ajudar, mas agora, depois do Beirart, tenho a possibilidade de comprar algumas coisas, o que me faz muito bem. Além da parte financeira, o projeto me trouxe amizades, momentos de conversa e a oportunidade de crescer como mulher. Desde então, me sinto mais forte, realizada e agradecida por todas as mudanças positivas que o Beirart trouxe para a minha vida", comenta a aluna Adriana Silva.


Sobre a Agência do Bem

A Agência do Bem é uma organização da sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos, que tem como missão promover o desenvolvimento humano, visando a cidadania plena da população de baixa renda, por meio da educação, de forma transparente e sustentável. Iniciou suas atividades em 2005 na Comunidade de Vargem Grande, no Rio de Janeiro, e atualmente possui 28 polos comunitários de atuações em seis estados do Brasil e em Braga, Portugal, além de apoiar iniciativas de 90 parceiros da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e de São Paulo.


bottom of page