top of page

“Sou o maior interessado em resolver o problema. Moro aqui há 25 anos”

Novo comandante do 31º BPM, Flávio dos Santos diz que é cliente de sua própria gestão e espera trazer sensação de segurança para a região

“Vocês agora têm o meu contato e podem me ajudar no nosso planejamento. Me diz onde é o problema que iremos resolver”.

Foi com essas palavras que o novo comandante do 31º Batalhão de Polícia,

tenente-coronel Flávio Henrique dos Santos (foto acima, na sede da ABM), recebeu a equipe da Folha do Bosque para um bate-papo na Associação do Bosque Marapendi, na sexta-feira, dia 10 de junho.


Calmo e confiante no trabalho que começou a fazer há duas semanas, o comandante manteve o ar sereno até quando foi questionado sobre o fato de a Barra da Tijuca ter uma pessoa pessoa assaltada por hora.


“Assumi tem três semanas. Coloquei o policiamento todo na rua em pontos estratégicos. Fechamos a entrada da linha amarela com blitz a noite e queremos aproximação com a sociedade civil e associações de bairro. Esperamos trazer a sensação de segurança para os moradores”, comentou Flávio.


Morador antigo do bairro, o tenente-coronel disse que passa a ser o cliente de sua própria gestão.


“Sou o maior interessado em resolver o problema. Moro aqui há 25 anos. Meus filhos estudam aqui. Tenho um carinho muito especial por essa região ”.


Sobre os problemas dos menores nos sinais que assaltam, são recolhidos e devolvidos para as ruas, limitou-se a dizer:

“Não vou falar sobre lei. Se tiver que prender 10 vezes nós vamos prender”.


A reunião foi organizada pelo presidente da ABM, Tadeu Gama, e pelo seu vice, Ronaldo Valgueredo, que também participaram do bate-papo.


“Estamos sendo atendidos em todos os nossos pedidos. A polícia está se esforçando e agora muito mais com essa participação ativa do comandante Flávio. Já deu para perceber um aumento enorme de viaturas nas ruas”, disse Valgueredo.


O novo comandante disse que conta com a ajuda da população no sentido de as vítimas dos assaltos fazerem o boletim de ocorrência na delegacia ou virtual.


“O virtual tem o mesmo peso do presencial. As pessoas podem fazer tranquilamente”, afirmou.


O link para o boletim de ocorrência virtual:

————————-

O comandante com o presidente da ABM, Tadeu Gama (à esquerda), e Ronaldo Valgueredo


Commentaires


bottom of page