top of page

Se é para rir, vamos rir em dobro

Updated: Apr 28

Duas comédias rasgadas invadem a Barra da Tijuca com descontão para seguidor da Folha

Duas comédias, que arrancam risadas por onde passam em turnê pelo Brasil, desembarcam no Teatro dos Grandes Atores, no Shopping Barra Square. No dia 18 de maio, os atores Pedro Fabrini, Sill Esteves e Douglas Brito estreiam a peça “Cada um tem o anjo que merece! ”, com direção de Maximiliana Reis (conhecida por sua atuação no sucesso do teatro “Monólogos da vagina”). Fabrini apresenta ainda o stand up “Comédia paranormal” (foto acima), dirigido por Jarbas Homem de Mello, consagrado ator de musicais brasileiros.


Apresentando na bilheteria as prints abaixo, seguidor da Folha fatura 50% de desconto!


As peças acontecem aos sábados e domingos, até o dia 16 de junho, em sessões sequenciais. Autor dos dois espetáculos, Pedro Fabrini garante que os textos divertem pra valer. “O humor é a identificação e, nos dois espetáculos, o texto cria de cara uma identificação com o público. São peças para se divertir. A gente se diverte fazendo e a plateia assistindo. Ambos espetáculos têm uma mensagem linda, mas envolta em humor leve e inteligente. Se não fosse isso, ‘O anjo’, por exemplo, não estaria há dez anos em cartaz e ‘O paranormal’ não estaria sendo sucesso por onde passa”, diz Fabrini, que atua nas duas montagens: como o Anjo de “Cada um tem o anjo que merece! ” e Amadeus Tavendo na “Comédia paranormal”.

‘Cada um tem o anjo que merece!’

Sucesso de público há uma década e visto por mais de 230 mil pessoas, “Cada um tem o anjo que merece!” conta a história do casal Osvaldo e Quitéria, que vive às turras. Os dois estão no limite da relação, prestes a se separarem, quando recebem a visita de um Anjo, com a missão de recuperar o amor que existe entre eles. Mas o Anjo acaba entrando em várias confusões até conseguir provar ao confuso casal que realmente é um enviado de Deus.


“O Anjo é quase um erezinho, ele é inocente, divertido, atrapalhado e, na sua inocência, acaba fazendo várias bobagens para salvar o casamento do casal Osvaldo e Quitéria”, detalha Pedro Fabrini, formado em Comunicação Social e que já trabalhou como locutor de rádio. Na TV, foi produtor, redator e diretor de diversos programas e emissoras regionais e de nível nacional. É autor de comédias de sucesso de bilheteria em São Paulo, como “I love Neide”, “A Rainha do Rádio”, “1 é pouco, 2 é bom, 3 é demais”, entre outras. Trabalhou com Gugu Liberato, Luciana Gimenez, Eduardo Martini, Viviane Araújo, Vida Vlatt, entre outros grandes nomes.


Há um ano e meio no elenco, Sill Esteves vive a Quitéria, que, segundo ela, existem muitas por aí. “Quitéria é o retrato de mulheres espalhadas pelo mundo: responsável, trabalhadora, dedicada à casa e ao marido… mas como muitas de nós, mulheres, chegou num ponto que está saturada. Vivendo um casamento com o Oswaldo, que não trabalha e vive totalmente às custas dela há 13 anos. Maria Quitéria só queria ser feliz e, nesse exato momento da vida, sente que fracassou. E ela precisa se sentir amada, e também precisa se amar. O relacionamento amoroso de Maria Quitéria e Oswaldo gera grande identificação do público, quando contam como se conheceram e tudo que viveram até ali. O Anjo é o alívio cômico do espetáculo, o que torna tudo mais leve e divertido”.


Sill vê nessa comédia uma grande satisfação profissional. “Foi um desafio e uma realização como atriz. Nos meus 29 anos de carreira, além da TV, internet e cinema, nos palcos, basicamente, desde 2004, fazia mais shows de stand up comedy, que eu amo fazer, mas sentia falta de atuar num espetáculo, com minha dedicação, na criação da personagem do zero”, frisa ela, que é humorista, protagonista do vídeo viral “O jeitinho carioca” e dona da companhia Pimenta Produções. Participou dos programas “Conectados” (Multishow); do quadro “Aqui vale tudo”, do “Domingão do Faustão” (Globo); a “Praça é nossa” (SBT), “Pânico na Band”; entre outros. Além de ter atuado em diversos espetáculos de improviso, comédia e stand up comedy.


Douglas Brito fecha o elenco na pele de Osvaldo e ele afirma que sempre tem identificação. “Quando não é da própria pessoa, ouço: ‘eu conheço um Oswaldo que é igualzinho a você’. Osvaldo é um personagem que encarna a essência de um (cachorro) pinscher com a voz (latido) e a atitude de um rottweiler. Ele é o tipo que fala sem parar, com uma confiança que domina o palco e a vida, até que se depara com alguém mais imponente, como a sua esposa Maria Quitéria. Diante dela, Osvaldo se transforma: a voz poderosa dá lugar a um sussurro, a postura altiva se curva”, entrega ele, que esteve entre os dez finalistas do “Festival Risadaria”, em 2015; ganhou o 1º festival de stand up comedy do Shopping Parque das Bandeiras, em 2016; foi semifinalista do “Prêmio Multishow de Humor” (Globosat, em 2017); fez o show de comédia nonsense “Os dois”, com Rick Minervino; participou do programa “Encrenca” (RedeTV!), em 2022, entre outros trabalhos.


A peça tem a direção de Maximiliana Reis, que está comemorando 40 anos de carreira. Atualmente, ela é protagonista do espetáculo “Nunca desista de seus sonhos”, de Augusto Cury (médico psiquiatra e um dos autores mais lidos do mundo), que está em turnê pelo país. Ela já fez trabalhos no teatro e na TV: foi atriz e produtora do sucesso “Os monólogos da vagina”, que ficou 20 anos em cartaz, e de “Querido Mundo”. Na telinha, atuou nas novelas "Chiquititas" (SBT, 2013) e “Cúmplices de um resgate” (SBT, 2015).

 

‘Comédia paranormal’

Trazer seu humor de volta! Essa é a promessa da “Comédia paranormal”. Amadeus Tavendo tem poderes psíquicos (será mesmo?) e leva o público às gargalhadas com as suas histórias e os seus poderes mediúnicos. No palco, Pedro Fabrini, em seu primeiro solo, divide-se em vários personagens.  “O paranormal é meio picareta, está tentando vender seu curso e ganhar um dinheiro da plateia. Para isso ele conta toda a sua história, que a gente não sabe se é verdadeira ou não, porque ele diz ter sido criado por um lobo-guará e um tamanduá-bandeira. E além dele, eu interpreto outros cinco personagens”, detalha ele, que há um ano e meio está à frente da peça, com apresentações em todo o Brasil.


A direção é assinada por Jarbas Homem de Mello, um dos mais consagrados atores de musicais brasileiros. Além de ser dançarino, cantor e roteirista, ele dirigiu grandes espetáculos, como o musical “Conserto para dois” (também atuou ao lado de Claudia Raia), “MPB- Musical popular brasileiro” e “Forever Young”. Em sua trajetória, obras renomadas, como “Tarsila, a brasileira” (atualmente em cartaz), “O Fantasma da Ópera”, “Chaplin, o musical” e várias outras. Na TV, destaque para as suas participações no seriado “Pé da Cova” (Globo), na série “Se eu fosse você” (Fox Brasil) e na novela “Alto Astral” (Globo).

 

‘Cada um tem o anjo que merece! ’

Estreia: 18 de maio

Sábados, às 19h. Domingos, às 18h. Até 16 de junho.

Teatro dos Grandes Atores (sala vermelha) – Avenida das Américas 3.555, Barra da Tijuca - Shopping Barra Square.

Ingressos: R$ 80.

Duração: 70 minutos.

Classificação: 12 anos.

Temporada até o dia 16 de junho.

Texto: Pedro Fabrini. Direção: Maximiliana Reis. Elenco: Pedro Fabrini, Sill Esteves e Douglas Brito.  

‘Comédia paranormal’

Estreia: 18 de maio

Sábados, às 21h. Domingos, às 20h.

Teatro dos Grandes Atores (sala vermelha) – Avenida das Américas 3.555, Barra da Tijuca - Shopping Barra Square.

Ingressos: R$ 80.

Duração: 70 minutos.

Classificação: 12 anos.

Temporada até o dia 16 de junho.


Texto: Pedro Fabrini. Direção: Jarbas Homem de Mello. Elenco: Pedro Fabrini.



コメント


bottom of page