top of page

Pilates contra a depressão e ansiedade

Fisioterapeuta que atende na Barra mostra como o método famoso interrompe ciclo negativo de autosabotagem

A publicação americana Complementary Therapies in Medicine acaba de divulgar um estudo relacionando pilates, depressão e ansiedade. A pesquisa compara pessoas que praticavam o método com grupos nos quais os indivíduos fazem outras modalidades de exercício, ou são sedentários. A conclusão é de que, entre os praticantes de pilates, houve redução de até 81% dos sintomas de depressão e 46% dos de ansiedade.


Segundo a fisioterapeuta Michelle Alves, que atende no Estúdio Fisio Move Barra, na Olegário Maciel, é como se o praticante de Pilates se sentisse capaz, confiante e no comando de algo que, até então, não tinha controle: seu corpo e sua mente, interrompendo o ciclo negativo e de autossabotagem.


“Quando a pessoa percebe seu próprio corpo executando movimentos fortes, controlados e conscientes, numa postura esteticamente elegante, ela restaura sua crença em si mesmo”, explica Michelle. “O pilates ajuda nessas patologias também porque traz a pessoa para o momento presente através da respiração, promovendo relaxamento”.


A melhora de dores no corpo, outro ponto positivo do pilates, também afasta a depressão. “Com a pandemia, as pessoas ficaram em casa muito sedentárias. Com isso, as dores aumentaram. Mas o método trabalha tanto na prevenção das dores quanto na reabilitação de patologias como hérnia de disco, escoliose, artroses, osteoporose”, conclui a fisioterapeuta.


Atividades físicas de um modo geral ame- nizam a depressão, mas há um aspecto no qual o pilates se diferencia de outras práticas: a valorização da individualidade. Cada aula é planejada de modo específico e personalizado. Dessa forma, cria-se uma relação de confiança entre aluno e instrutor, algo fundamental para uma pessoa que sofre de algum distúrbio mental.


Na FisioMove Barra dá para fazer um aaula experimental gratuita para conhecer o método.


Informações: 97100-7397.

Endereço: Avenida Olegário Maciel, 511, sala 302. Cob. 02.


コメント


bottom of page