Exposição de fotografias na Cidade das Artes estimula debate sobre preconceitos

Em um dos países onde mais se mata por motivos de discriminação social, racial e de gênero, a quebra de preconceitos é pauta na exposição “Reflexos”, do fotógrafo Eurivaldo Bezerra, em cartaz até 10 de dezembro, na Cidade das Artes

A mostra gratuita conta com 40 fotografias de 20 personagens, trabalhando questões como libertação de estereótipos e exercício de empatia.


“Cor da pele, estatura, religião, orientação sexual, entre tantos outros, são fatores de exclusão social e violência praticados diariamente. Assim, decidi criar uma exposição onde provoco o questionamento sobre esses pré conceitos, e nada melhor do que a fotografia para emocionar e inspirar”, explica Eurivaldo. A exposição propõe uma reflexão sobre quem somos nós além dos rótulos. “A intenção é incentivar a criação do conceito antes do pré-conceito”, finaliza Eurivaldo.


Sobre o artista:


Voltado para a fotografia de transformação social, Eurivaldo Bezerra é criador da editora EB Studio Brasil, estimulando projetos que unem livro, exposição e debate. Seu primeiro livro, “Filhos”, que fala sobre adoção, obteve a apresentação de um Projeto de Lei Federal em apenas dois dias após seu lançamento. Outros trabalhos incluem “Esperança”, um livro sobre idosos institucionalizados, “Crack e Ayahuasca”, “Autismo” e, atualmente, “Reflexos”, que fica em cartaz na Cidade das Artes até dia 10 de dezembro.


#arte #fotografia #cidadedasartes #entradafranca #eventogratuito

© by A Folha do Bosque

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle