top of page

Barraqueiros são multados por cercamento ilegal da areia e têm mais de 100 itens apreendidos

É mais uma ação de ordenamento da Prefeitura, que fiscaliza pontos de venda irregular de alimentos e bebidas no Recreio e na Barra

Nesta quarta-feira (31/1), a Subprefeitura da Barra, a Secretaria de Ordem Pública e a Guarda Municipal, com apoio de agentes do 31º BPM, realizaram ações de fiscalização e ordenamento na região da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes. Durante as ações, os agentes aplicaram cinco multas aos barraqueiros, por cercamento ilegal da área e por falta de urbanidade, e apreenderam 27 guarda sóis, 48 cadeiras, 56 bebidas diversas que seriam comercializadas ilegalmente, bancos, coolers, além de 33 quentinhas e 100 quilos de frutas.


"Essa é mais uma ação de ordenamento e fiscalização que a secretaria realiza nesta região. Os barraqueiros sabem que não podem fazer o loteamento das areias, pois é ilegal. A praia é um espaço público e para o uso de todos. A operação Verão acontece todos os dias na cidade, assim como as ações de ordenamento. Vamos continuar intensificando as fiscalizações para manter a cidade ordenada", afirma o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.


As ações ocorreram em pontos da praia do Recreio dos Bandeirantes, em barracas de venda de alimentos que ficam nas areais e em quiosques. Já na Barra da Tijuca, na Rua Carlos Oswald o foco foi a venda de quentinhas e o estacionamento irregular e na Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, uma van de venda de frutas que foi desmobilizada.


“Seguimos atendendo às denúncias e reclamações dos moradores contra a desordem causada pela venda irregular de alimentos. Tanto com relação ao trânsito, quanto com relação ao excesso de lixo deixado nos locais, além dos riscos causados pelo consumo de alimentos com procedências duvidosas.. Essa é uma ação que tem sido rotineira, e vamos continuar durante o ano de 2024”, explica o subprefeito da Barra, Raphael Lima.

Commentaires


bottom of page