Barba, cabelo e bigode de seleção

Barbearia faz sucesso no bairro pelo atendimento diferenciado. Um dos sócios da casa costuma deixar na régua também o cabelo dos craques de futebol do Brasil

Perninha com um dos seus muitos clientes ilustres: o craque Daniel Alves

Everson Conceição, o Perninha, já deu um tapa no visual dos jogadores da única seleção brasileira de futebol campeã olímpica, viajou com o time de Tite à Rússia para cuidar das madeixas dos nossos craques e deixou na régua o cabelo de grande parte dos atletas campeões dessa Copa América disputada no Brasil.


“Ele muda o astral do grupo”, foi o recado que o técnico Tite mandou certa vez para Perninha por intermédio de seu filho, outro cliente do barbeiro. “Ficou na régua, Perna”, disse para ele o craque Neymar, após um dos cortes feitos por Perninha no cabelo do jogador.

Sócio da Barbearia do Zé, da Olegário Maciel, Perninha é o instrutor técnico de 108 barbeiros das dez filiais espalhadas pela cidade.


“Não é apenas um corte de cabelo que realizamos aqui. É toda uma experiência regada a muita resenha e atendimento diferenciado”, comenta o profissional, que começou aos 13 anos cortando o cabelo de mototaxistas da favela do Andaraí. Ele juntava o dinheiro para curtir os bailes.


Reconhecido hoje mundialmente, Perninha, que faturou o título de Melhor Designer de Barbas do Brasil em 2017, já deu aula em uma barbearia de Las Vegas e esteve em congressos sobre a sua profissão em Miami e na Rússia.


Mas é na Barbearia do Zé que Perninha se sente em casa. No local, vez por outra, um violão é dedilhado pelo cantor Mumuzinho, outro de seus clientes.


Haja resenha, bigodinho fininho e cabelinho na régua...


A Barbearia do Zé da Olégário Maciel fica no número 101 - Loja C.

Informações: 3577-2059.



© by A Folha do Bosque

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle