A XIX Bienal Internacional do Livro Rio está chegando

Maior festival literário do Brasil vem aí com um investimento de mais de R$ 44 milhões

Falta um mês para o início da XIX Bienal Internacional do Livro Rio e a expectativa é grande. Esta será a Bienal mais diversa de todos os tempos, com conteúdos múltiplos e debates sobre temas como democracia, feminismo, fake News, meio ambiente, história, diversidade, fé etc. A programação para jovens e adultos é extensa, mas não só para eles: educadores e crianças terão atenção ainda mais especial nesta edição. Pela primeira vez, o festival dedica um pavilhão ao público infantil, onde estará a maior atividade do evento: “Pela Estrada a fora…” – área cenográfica de 500 m² que convidará os pequenos a viver uma experiência imersiva e sensorial como se estivessem em uma floresta, dentro de um grande livro pop-up que ganha vida.


Já os professores – importantes mediadores para o incentivo à leitura – terão dois dias inteiros com um conteúdo especialmente elaborados para eles. No Fórum de Educação, a proposta é colocar o educador em diálogo com diferentes plataformas e conectar saberes para encarar o desafio de ensinar em um mundo em transformação. Neste espaço, patrocinado pela Microsoft, os participantes irão encontrar aperfeiçoamento profissional, inspiração e troca de experiências, além de inovações, métodos alternativos e cases de superação. Em sua primeira participação na Bienal, a Microsoft traz ao evento experiências que mostram como a tecnologia tem ajudado a transformar a educação através de um ensino mais personalizado e imersivo, além de ferramentas de acessibilidade.


“O propósito da Bienal é incentivar o hábito da leitura para transformar o Brasil e esse é um desafio cada vez maior. Ler é, acima de tudo e a cada dia mais, um ato de coragem e de construção. Conquistados pela leitura, abriremos a mente e o caminho para pensar no que é diferente, no que é melhor do que nós mesmos, no que é verdadeiramente disruptivo e inovador. A leitura pode ser o antídoto para a distopia que existe hoje no mundo”, afirma o presidente do SNEL, Marcos da Veiga Pereira.


Mais do que um encontro de histórias, onde o livro é o protagonista, a Bienal é uma plataforma de conhecimento e conteúdos exclusivos, que tem o propósito de estimular o hábito da leitura para transformar o país. De 30 de agosto a 8 de setembro, o público de mais de 600 mil pessoas terá a oportunidade de estar com mais de 300 autores nacionais e internacionais, pegar autógrafos, assistir a palestras, debates e espetáculos culturais. Na última edição, cada visitante, em média, deixou o festival com pelo menos seis livros. Este ano, 5,5 milhões exemplares estarão disponíveis no Riocentro – número equivalente à população da Finlândia.


A Bienal é um dos quatro maiores eventos do Rio de Janeiro, ao lado de Réveillon, Carnaval e Rock in Rio.


“Esse ano, optamos por trabalhar com categorias muito bem segmentadas, reforçando a lógica de criar uma Bienal para cada público. Desta forma, readequamos o espaço e consolidamos o posicionamento de que a Bienal é um evento para toda a família e para todos os públicos, independentemente das idades e do perfil”, destaca a diretora da Bienal do Livro Rio, Tatiana Zaccaro.


Com investimento de mais de R$ 44 milhões, o festival é uma realização do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e da GL exhibitions, apresentado pela Microsoft e com patrocínio master do Banco Itaú. O evento conta com apoio da lei federal de incentivo à cultura, através da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, e da lei municipal de incentivo à cultura da cidade do Rio de Janeiro, lei do ISS.


Pela Estrada A Fora… – O espaço traz três tocas ilustradas com desenhos que remetem a fábulas, lendas e contos clássicos da literatura. As crianças poderão experimentar texturas, gradação de luz para passagem de tempo, sons de bichos e da natureza. Haverá ainda uma clareira, onde terão uma série de atividades lúdicas, e uma cabana que recria a floresta à noite.


Arena #SemFiltro – Área dedicada ao público jovem e suas leituras do mundo através de encontros com autores, youtubers e personalidades queridinhas dessa geração tão exigente e conectada. Com acesso próprio, o ambiente é o lugar ideal para fomentar reflexões sobre temas e movimentos que fazem parte do cotidiano. A variedade de assuntos é imensa e convidativa. Terão mesas sobre esperança, fé, amor, poesia, biografias, games, filmes, empoderamento, beleza, humor, LGBTQIA+, entre outros.


Fórum de Educação – Será realizado nos dias 02 e 03 de setembro e tem a proposta de colocar a educação em diálogo com diferentes plataformas e conectar saberes para encarar o desafio de educar em um mundo em transformação.


Café Literário – Espaço para autores nacionais e internacionais debaterem temas diversos e ficarem frente a frente com o público, ampliando ainda mais as possibilidades de discussões e reflexões sobre suas obras. Serão discutidos temas como feminismo, meio ambiente, cultura nipônica, ciência, política, música, fake news, privacidade, corrupção e Brasil.

Palco Maracanã – Vai receber os autores muito midiáticos e influenciadores.

Auditório Madureira – permite os encontros do público com escritores.


Visitação escolar

Mais de 112 mil estudantes já estão cadastrados para visitar o festival. Desde a primeira edição da Bienal, mais de 1,5 milhão de estudantes já visitaram o festival. Com o objetivo de aproximar crianças e adolescentes do universo literário, o projeto Visitação Escolar é destinado a alunos de escolas públicas e particulares, que terão seis dias especialmente reservados e com benefícios diferenciados. Alunos de escolas públicas indicadas por secretarias de Educação parceiras têm gratuidade na visita e ainda recebem, das prefeituras e do estado, um “dinheirinho” customizado para saírem do evento com pelo menos um livro.


Ingressos

A venda antecipada de ingressos está aberta pelo site bienaldolivro.com.br . O principal objetivo é oferecer mais conforto ao público, que poderá se organizar para ir na data que desejar, sem ficar preso a um dia específico na hora da compra. Com ingresso em mãos, também será possível entrar sem enfrentar filas. Este ano, haverá duas entradas para a Bienal, pelas avenidas Salvador Allende e Olof de Palme, que contam com estações de BRT. Haverá desembarque alternado, contribuindo para melhor movimentação do público. Para quem for de carro, haverá estacionamento no local e vagas extras no condomínio Ilha Pura, que fica ao lado do centro de convenções e eventos.


XIX Bienal Internacional do Livro Rio

Riocentro – Avenida Salvador Allende, 6555, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Data: 30 de agosto a 08 de setembro de 2019 Dias de semana: 09h às 21h Sexta-feira: 09h às 22h Finais de semana: 10h às 22h

Valor: R$ 30 (inteira)/ R$ 15 (meia-entrada) Compra online: bienaldolivro.com.br Ponto de vendas no Solar de Botafogo (Rua General Polidoro, 180, em Botafogo): de terça a domingo, das 15h às 19h30.


5 dicas para a Bienal do Livro!

Leve comida e bebida

Sei que é um pouco bobo falar isso, mas é de extrema importância, principalmente se você for no final de semana em que as filas são quilométricas. Tente sempre comprar aquele sanduíche ou biscoito e não se esqueça de uma garrafa de água, alguma de suco e etc. Esses fatores podem ser simples, mas são muito importantes devido a ser um evento gigantesco, que ocupa 3 pavilhões, e que você provavelmente irá passar o dia inteiro.

– Compre o ingresso antecipadamente

Outra questão boba, mas que possui uma relevância gigantesca, principalmente para quem não foi. Comprar o ingresso na hora é uma gigantesca “furada”, já que as filas de compra são gigantescas e podem demorar horas. Sendo assim, entre no site do evento e procure os postos de venda ou realize a compra online, o que lhe facilitará muito na hora da entrada.

– Chegue cedo

A Bienal é um evento extremamente grande e muito cheio, dessa forma, para aproveitar bem todo o dia lá dentro, chegue bem cedo e procure ir em dias de semana, aonde é possível uma maior visitação e entrada nos estandes das editoras, que ficam muito cheios e movimentados. Além disso, será melhor também para observar os preços dos livros que mais quer.

– Tenha em mente os livros que você quer

Essa talvez seja a mais crucial das dicas. Antes de ir para o evento, procure na internet os livros que você quer para saber a faixa de preço que estão e se valem realmente a pena ser comprados na hora. O lugar é extremamente mágico, devido a enorme quantidade de prateleiras, páginas, autores famosos, lugares para tirar fotos e mais. Isso acaba ajudando a comprar determinada obra que, na internet, possui um preço muito mais barato que ali. Vá prevenido.

– Vá em grupo

Uma das melhores sensações de se aproveitar a Bienal do Livro é ir com amigos, familiares, colegas, namorado (a), ou seja, não ir sozinho. A experiência de estar em comunhão com outras pessoas se divertindo, falando sobre livros, entrando em filas grandes é muito melhor se compartilhada. Dessa maneira, chame as pessoas mais próxima e divirta-se!

© by A Folha do Bosque

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle