A onda dos Gigantes de Nazaré

Lenda do surfe, Carlos Burle é o embaixador de um projeto que abraça desde as insanas ondas da famosa praia de Portugal até a Barra da Tijuca

Carlos Burle: "Sei que você pode chegar perto da morte e manter a calma"

Carlos Burle está no fundo do mar em Jaws, no Havaí. Ele tenta retornar à superfície, mas não consegue. Está cada vez mais no fundo e é esmagado pela força do mar. Unindo as duas mãos, consegue inflar o colete extra e começar sua saga rumo ao ar que tanto precisa! Sente que está perto da superfície e se prepara para respirar, quando outra parede de água cabulosa o joga para baixo novamente. Nesse momento, pela primeira vez na vida durante um caldo, um filme com imagens de sua infância e adolescência passa pela sua cabeça. Ele se lembra de sua família, passa mais um tempo enorme debaixo d’água, até que, finalmente, consegue escapar das mandíbulas profundas de Jaws, chegando à tona.


“Depois disso sei que você pode chegar perto da morte e manter a calma”, dispara Burle, que já saiu do mar de ambulância três vezes.


Aos 52 anos, o surfista abandonou as competições para virar lenda. Entre palestras, programas de TV, divulgação de sua biografia, “Carlos Burle - Profissão surfista”, ele é o embaixador de um projeto tão grande quanto as bombas de água que se acostumou a domar: o “Gigantes de Nazaré”. No ano passado, a iniciativa reuniu sete dos melhores surfistas de ondas gigantes do mundo na Praia do Norte, em Nazaré (Portugal), e deu a eles o desafio de pegarem a maior onda e ter o melhor desempenho em 24 horas. O filme foi ao ar no programa “Verão espetacular”, da TV Globo. Mas o “Gigantes de Nazaré” vai muito além do surfe...


Mutirão de limpeza na Praia da Barra

Uma das ações do “Gigantes de Nazaré” será no sábado, dia 26 de junho, às 9h, na Praia da Barra. Trata-se de um mutirão de limpeza entre os postos 6 e 7, em frente ao condomínio Golden Green.

O projeto é pilotado pelos empresários Marcello Magalhães (assim como Burle, morador da Barra) e Diogo Feliciano, que planejam gerar conteúdo para o ano inteiro, até a próxima etapa de Nazaré.


“Queremos devolver para o oceano o que ele dá de bom para gente”, afirma Feliciano. “Se nós, que somos moradores não abraçarmos a região, quem vai abraçar?”, questiona Marcello.


Por meio da força das ondas gigantes, o projeto busca impactar os moradores e abrir a mente das pessoas para a conscientização ambiental.


“O surfe naquelas bombas de Nazaré impactam desde a vovó e o vovô até a criança e o cara que não surfa”, comenta Feliciano.


Outra ação do “Gigantes de Nazaré” também aconteceu na Praia da Barra. O “Dia de gigante” (que vai ser uma ação constante do projeto) ofereceu a oportunidade para que dois surfistas (sorteados pelo Instagram) convidassem mais dois amigos para pegar onda com Burle na Praia da Barra.


Se o mar da Barra não é gigante, Burle, gigante pela própria natureza, é. Com um tow-in e todo o equipamento usado em Nazaré, ele fez a alegria dos surfistas que participaram da ação.


“Esse contato do público com o equipamento e o surfista poder participar com o atleta já têm todo um engajamento que me deixa muito feliz”, conta Burle.


A lenda do surfe diz que não é mais aquele cara que olhava os mapas e queria estar presente em qualquer lugar do mundo à procura de bombas cada vez mais monstruosas.

Hoje, Burle treina o surfista Lucas Chumbo, um dos maiores big riders do país. Em fevereiro de 2018, ele venceu o Nazaré Challenge, campeonato em que Carlos Burle se despedia das competições. Chumbo também conquistou o título da categoria principal no Big Wave Awards (maior premiação da modalidade), com a “Melhor performance” da última temporada do ano passado.


O projeto de Burle para o seu pupilo, entretanto, é ainda mais ambicioso. Burle quer ajudá-lo em sua caminhada para que se torne o melhor de todos os tempos.


“É difícil colocar as coisas na cabeça dele. Tem apenas 23 anos. É muita testosterona, amigo. Mas, aos poucos, vamos trabalhando a sua mente para que tome as melhores decisões”, explica o mestre, um praticante de ioga desde sempre, adepto de um estilo de vida monástico, e que já salvou a vida de Maia Gabeira, resgatando a surfista das profundezas de Nazaré.

Burle com os empresários Marcello Magalhães e Diogo Feliciano. Projeto gigante

A capa da Folha impressa de junho com o surfista:



© by A Folha do Bosque

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle